• José Eustachio

Vai pedir para descer?


Você poderia fechar as portas e só voltar daqui a 2 anos. Mas não vai, vai?

Mais uma vez estamos passando por uma crise, e que crise. Uma combinação de descontrole econômico, falência moral, ausência de liderança e perda de credibilidade, tanto no âmbito interno como no externo. Vamos juntar a essa receita indigesta, uma China em queda de crescimento e demanda de matérias primas, a Europa ainda claudicante e os Estados Unidos emitindo sinais trocados, a respeito da sua saúde econômica.

Esse é sem dúvida um cenário desanimador, ler os jornais a cada manhã é um filme de terror, um susto atrás do outro. No entanto, uma coisa é certa: não podemos fechar as nossas empresas e somente voltar em 2018, quando as previsões são de que viveremos tempos mais auspiciosos. Não dá para falar: “assim eu não brinco mais” é preciso assumir a responsabilidade de tocar os negócios, ainda com mais energia e convicção, mesmo em meio as adversidades.

QUEM SOMENTE QUER COMANDAR O NAVIO EM TEMPOS DE BONANÇA, QUE NÃO SE CANDIDATE A CAPITÃO.

A verdadeira essência do bom gestor, do empresário, do executivo, que produz resultados, é a resiliência, a capacidade de manter a crença na sua empresa no seu negócio, motivar a equipe. Se a coisa está feia lá fora, então vamos tratar de fazer a nossa parte dentro das nossas empresas.

Nesses momentos em que bate uma certa insegurança, é sempre inspirador recuperar a sabedoria de algumas pessoas, que em uma única frase deixaram grandes aprendizados. Aqui seguem alguns:

“A vida é muito curta para ser infeliz nos negócios” - Geroge Brow

“Não encontre as falhas, encontre as soluções” - Henry Ford

“A vida não consiste em ter boas cartas na mão e sim em jogar bem as que se tem” - Josh Billings

“Um homem de negócios é um hibrido de dançarino e calculadora” - Paul Valery

“Você pode fechar mais negócios em dois meses se interessando pelas pessoas, do que fecharia em dois anos tentando fazer as pessoas se interessar por você” – Dale Carnegie

“ Aquele que anda na ponta dos pés não consegue manter-se ereto, aquele que dá passadas muito largas não consegue andar” - Lao Tse

“Existe o risco que você não pode jamais correr e existe o risco que você não pode deixar de correr” - Peter Drucker

“O único lugar onde o sucesso vem antes do trabalho é no dicionário” - Vidal Sassoon

José Eustachio, Talent, CEO

Formado em propaganda e marketing, José Eustachio iniciou sua carreira na área de pesquisa e planejamento. Na Talent desde o seu início (1980), é o atual Chief Executive Officer (CEO) da agência. Desenvolveu projetos de comunicação para empresas como Ipiranga, Banco Santander, NET, Alpargatas, entre outras. Foi vencedor do Prêmio Caboré, o mais importante da propaganda brasileira, em 1991, 2004 e 2007 na categoria "Profissional de Atendimento/Planejamento" e eleito “Profissional do Ano” na área de planejamento e atendimento pela Associação dos Profissionais de Propaganda.


0 visualização

FALE CONOSCO

(27) 3752-1696

Seg - Sext: 8:00 - 18:00

Eurico Salles, 200 | Centro

Nova Venécia - ES

Siga-nos nas redes sociais

  • Subjetiva no Facebook
  • Subjetiva no Linkedin
  • Subjetiva no Instagram

Envie-nos uma mensagem

Subjetiva Instituto de Psicologia
CNPJ: 27.255.811/0001-90
CRP16 PJ: 454